Acolhida na Colônia

O que é a Acolhida na Colônia?

20.07.2022

A Associação de Agroturismo Acolhida na Colônia foi fundada em 1999, no território das Encostas da Serra Geral em Santa Catarina, com o intuito de diversificar as propriedades dos agricultores familiares que estavam em decadência naquela época, assim melhorando a qualidade de vida e oportunizando alternativa de renda (GUZZATTI, 2011).

A Acolhida na Colônia surgiu com base na associação francesa Accueil Paysan e foi estabelecida uma parceria onde os agricultores passaram a integrar esta rede e ganharam o direito de utilização da sua marca (Acolhida na Colônia no Brasil). A rede hoje está presente em 31 países, com um objetivo em comum, fomentar o movimento mundial pela manutenção da agricultura familiar (GUZZATTI, 2011).

No Brasil a entidade atua Santa Catarina, Rio de Janeiro e São Paulo,  envolvendo aproximadamente 200 unidades familiares de produção (nem todas ainda inseridas no novo site) que desenvolvem ou pretendem desenvolver atividades de agroturismo onde a recepção dos visitantes é realizada pela família de agricultores permitindo o contato entre campo e cidade, troca de experiências e convívio.

Esta atividade proporciona maior qualidade e vida para os agricultores e visitantes, valorização da agricultura familiar e do trabalho da mulher camponesa, resgate e preservação da culinária, cultura e de produtos típicos, preservação da natureza e fomento a produção e consumo de alimentos orgânicos (GELBCKE, 2006).

Como o foco da Acolhida na Colônia é o agroturismo, uma proposta é aperfeiçoar e unir os serviços turísticos e os produtos orgânicos. Para isso, o objetivo é desenvolver estratégias de comercialização aos visitantes, aproximando o consumidor do produtor, no conceito de um alimento ecológico e comercialização com preços justos. Possibilitar visitas em propriedades rurais da Acolhida na Colônia com o intuito de aquisição de alimentos, nas visitas também é possível desenvolver atividades de lazer, refeições com os alimentos locais e orgânicos e atividades agrícolas.

Para desenvolver esta estratégia é importante identificar um nicho de consumidores atuais e potenciais que possam se interessar em desenvolver os Circuitos Curtos de Comercialização de Alimentos na Acolhida na Colônia. Estes consumidores precisam ser identificados e sensibilizados, podem ser encontrados dentre os consumidores atuais e potenciais da Acolhida na Colônia, em centros próximos, em restaurantes e em lojas especializadas.

Segundo Darolt (2012), para a seleção dos consumidores é fundamental a utilização do marketing para a divulgação dos produtos, dos serviços, estudo do mercado e dos locais para desenvolver os Circuitos Curtos de Comercialização.

Referências Bibliográficas

ABREU, L. S. ; BELLON, S. ; BRANDENBURG, A. ; OLLIVIER, G. ; LAMINE, C. ; DAROLT, M. R. ; AVENTURIER, P. . Relações entre agricultura orgânica e agroecologia: desafios atuais em torno dos princípios da agroecologia. Desenvolvimento e Meio Ambiente (UFPR) , v. 26, p. 143-160, 2012.

GELBCKE, Daniele Lima. Agroturismo e Produção do Espaço nas Encostas da Serra Geral: entre a idéia e a prática. Dissertação de mestrado. Florianópolis. 2006.

GUZZATTI, Thaise Costa & Turnes, Valério Alécio. O papel da Associação de Agroturismo Acolhida na Colônia (SC) na construção de políticas públicas de turismo focadas no desenvolvimento rural e na promoção da agricultura familiar. Gestão Social como caminho para a redefinição da esfera pública. Florianópolis. 2011.



Conheça os Destinos & Experiências da Acolhida:

Siga a Acolhida nas Redes Sociais