Nova África foi o primeiro nome de Witmarsum já que seus desbravadores alemães que aqui chegaram em 1924, haviam durante a 1ª Guerra Mundial combatido nas áreas do Continente Africano.

Os desbravadores alemães eram Paul Zerna, August Langhorst e Helmurth Teosowki.

Em 1930, um elevado número de russos, em sua maioria, Menonitas, provindos da Ucrânia aqui se instalou, dando à nova terra o nome de Witmarsum. O nome do fundador dos menonitas é Menno Simons – dai o nome Menno – Menonitas. Menno Simons nasceu na cidade de Witmarsum na Holanda.
Witmarsum, para os habitantes do município, significa Estrela Azul, porém estudos feitos na Universidade da Holanda constataram que: WITMAR era o nome de um príncipe e SUM significa jardim. Em resumo, Witmarsum significa JARDIM DE WITMAR.

Em 1954, quando Presidente Getúlio teve sua emancipação, Witmarsum ficou pertencendo ao município de Presidente Getúlio, sendo mais tarde criado o distrito de Witmarsum.

Witmarsum conquistou sua autonomia política, através da Lei n° 826 de 17 de maio de 1962, e foi instalado em 15 de junho do mesmo ano, data em que comemora-se o Dia do Município.

População

Tem uma população de 3250 habitantes, sendo que a maioria reside na Zona Rural. É formado por descendentes de alemães, italianos, ucranianos, poloneses e outros.

Cidades Próximas

Vitor Meireles (10km) e Salete (25km), ligação por estrada de barro; Dona Emma (18km), Presidente Getúlio (28km), Ibirama (42km), Rio do Sul (70km) e Blumenau (100km), ligação por Rodovia pavimentada.

Festa e Eventos

Festa do Colono e Motorista (mês de julho – Pavilhão Municipal de Eventos – Centro) e demais festas de igreja, nas comunidades.

Atrativos Turísticos

– Famílias envolvidas com o Projeto Acolhida na Colônia (Olírio Warmeling – Serra Cambará; Andrino Steffen – Vila Nova; Emília Lunelli – Tifa Jacupemba – Gnadental)
– Centro Cultural Paul Zerna – Centro
– Cachoeira Cambará
– Salto Rio Krauel (antiga atafona) – Centro
– Igreja Evangélica de Confissão Luterana (1ª Igreja do município) – Waldheim