Em 1787, com a finalidade de facilitar o transporte de tropas de gado e produtos entre o planalto serrano e o litoral foi aberta a “PICADA DOS ALFARES”, que acabou dando origem ao município de Rancho Queimado. A origem do seu nome é devido a um rancho que servia de apoio e pernoite aos tropeiros e viajantes, que depois veio a incendiar-se. A partir de então, quando alguém se referia a algum fato ou acontecimento nas imediações, davam como referência o rancho queimado. Assim, quando se tornou município independente em 1962, foi batizada Rancho Queimado.

Colonizada por imigrantes europeus, na sua maioria alemães, guarda até hoje características dessa cultura na sua arquitetura, seus costumes, suas tradições, no saber fazer… A riqueza cultural aliada às belas paisagens naturais e ao clima da serra catarinense fazem de Rancho Queimado um excelente local a ser visitado.

As principais atividades econômicas são o turismo e a agricultura com destaque para a produção de cebola, feijão, tomate, milho e morango, sendo considerada a capital catarinense do morango.

O local que concentra os maiores atrativos turísticos é o Distrito de Taquaras a 15 km da sede. Lá você tem a oportunidade de visitar a casa de campo do ex-governador Hercílio Luz; o monumento aos tropeiros; a produção de facas artesanais; ou ainda participar da Festa do Morango realizada em novembro.